domingo, 23 de janeiro de 2011

Gremlins

            
          Olá, meus Thundercats, como prometido, vou falar de um clássico dos anos 80! Sim, tem muitos outros, um dia falarei deles, tudo bem? Mas a estrela de hoje é praticamente um filme-conceito de Sessão da Tarde e é mais um reflexo de como a ideia de moral e bons costumes além da paranoia americana mudaram de lá pra cá. Ainda acho que um dos melhores exemplos pra ilustrar isso é De Volta Para o Futuro, mas falo dele em outra oportunidade.
            Enfim, Gremlins faz parte dos clássicos quase esquecidos dos anos 80, junto com Goonies. Tanto que é razoavelmente difícil de encontrá-lo em locadoras e quando se acha o DVD costuma já ser velhão e meio detonado, o que só prova o esquecimento que devagarzinho vem espreitando essa película.
            O enredo é o seguinte: tem um menino que é um menino comum e meio nerd que reflete a infância do produtor Steven Spielberg e do roteirista Chris Columbus e ele é a fim dessa garota que também é a melhor amiga dele. Pois é, nenhum de nós nunca passou por isso, né. Acontece que esse menino tem um pai gordo que só faz gordice e que é um inventor que como todos os inventores da ficção, nunca inventou nada que prestasse. Sério, com exceção dos personagens do Júlio Verne, nenhum outro inventor fez nada funcional na ficção.
            Então o pai gordo que só faz gordice resolveu fazer mais uma gordice e comprar um bichinho mega fofinho que ele encontra cantando numa loja de antiguidades asiáticas para dar de presente de Natal para o seu filho adolescente. O velho e sábio asiático ESTUPIDAMENTE caricato da loja não quer vender o mogwai – o animal que o bichinho é - porque ele é raro e perigoso e mais algumas bobagens místicas racistas dos filmes americanos infantis dos anos 80.
            

            Agora me acompanhe amigão. Você entra numa loja escura num bairro racial no meio da noite e debaixo de chuva e encontra um animal do qual você NUNCA OUVIU FALAR e que nunca viu e resolve levar o bicho pra casa? Pera aí, você usa crack? Se esse filme se passasse, sei lá, no século XVII eu não poderia culpar o explorador inglês obeso de levar um animal exótico pra casa, porque eles sempre faziam isso – mesmo quando o bicho passava uma doença tropical pra tripulação inteira ou comia algum marinheiro – mas cara, isso é uma Chinatown NA PORRA DO MEIO DOS ANOS 80!
            Por isso que eu falei que esse gordo faz gordice. Quando ele está indo embora o sobrinho do velho chama ele no canto e combina de encontrar com ele no beco e ele vai. Mais uma vez: ideia fantástica essa de topar se encontrar com alguém em um beco bem no meio de uma quebrada. Lá está o moleque que botou o velho pra dormir, botou o mogwai na caixa e resolveu vendê-lo pro gordo mesmo assim, porque eles precisam de dinheiro. Isso aí garoto, você aprendeu o espírito americano de vender até a mãe se preciso. Então o gordo vai feliz pra casa pra dar o animal de presente para o seu filhote.
            MAS CUIDADO! Avisa o moleque recém-ingresso no espírito da AMERICA, FUCK YEAH! Deve-se seguir três regras importantíssimas para se criar um mogwai!
1.    Mogwai odeia luz. Nunca o exponha à claridade. A luz do sol é FATAL para ele.
2.    Nunca o molhe.
3.    Nunca. NEVER. JAMAIS o deixe se alimentar depois da meia-noite. Ele pode chorar, suplicar, espernear, cantar Justin Bieber a noite inteira: NÃO DEIXE ELE COMER DEPOIS DA MEIA-NOITE!

E é isso aí. E você pensa essas regras são extremamente simples e imbecis, mas esse é um filme para crianças dos anos oitenta, então é ÓBVIO que vai dar merda. E não reclame de spoiler, seu viadinho, você teve mais de vinte anos para ver esse filme antes de eu escrever esse texto. Enfim, você já juntou os pontos, imagino. O menino, Billy vira parceirão do mogwai, que se chama Gizmo.
            Em algum ponto ele se molha, o que faz três outros mogwai surgirem para cada vez que ele é molhado e depois esses novos mogwai, que ao contrário de Gizmo são bullies DUMAL vão lá e comem depois da meia-noite. E aí que vira a treta. Quando eles comem, eles viram monstrinhos destruidores, sádicos, sanguinários e inconseqüentes.
Porque é isso que são os mogwai: em chinês significa mau espírito e o nome germânico do bicho é gremlin, demoniozinhos destruidores que só querem saber de se divertir de uma maneira pouco ortodoxa. Só com essa sinopse já dá pra sacar porque esse filme não seria lançado nos dias de hoje. Um filme pra criança em que uma criaturinha mega fofinha e abraçável gera monstros comedores de criancinhas? Má ideia.


Mas tá, vamos ao resto: o filme é recheado de um tipo de violência que nós sempre vimos na nossa infância. Lembra que o vilão sempre morria no final, a maioria das vezes de forma brutal? Por exemplo: o Scar é devorado por hienas e queimado vivo; o Cell é consumido por um kame-ra-me-rah; Hopper é devorado por um pássaro; Gaston despenca do alto do castelo; o Jafar explode; etc etc etc. Nos filmes de hoje, boa parte dos vilões faltam pedir desculpas.
 Como estamos nos anos 80, ninguém liga xavascas pra isso e muita coisa “repreensível” acontece no filme. Por exemplo: os gremlins malignos e selvagens matam mais de uma pessoa. A morte nem é mostrada, só deixam subentendido, mas ISSO É UM ESCÂNDALO! Fui irônico tá? Já o segundo motivo, para alguns mais preocupados até faz sentido: a maior parte das mortes dos gremlins são violentas e altamente gráficas.
  Mas de certa forma eu concordo com a justificativa do filme: em filmes, desenhos e video games, as crianças nunca ligam quando os monstros estão morrendo. Pelo amor de Deus, você pode EXPLODIR os monstros em Warcraft! Os Transformers se matam há quase 30 anos na televisão. Mas tá, vamos dar exemplos.
  Um deles derrete no sol, explodindo nojentamente. Outro é enfiado num triturador caseiro, outro é esfaqueado e um ainda por cima é enfiado dentro de um micro-ondas e explode. Outro também é decapitado e sua cabeça voa pela sala antes de cair na lareira e ser queimada. Se você pensa como eu, você vai dizer “PUTA MERDA! QUE LEGAL!” que foi o que eu pensei, quando eu assisti o filme pela primeira vez, com 10 anos de idade. O que eu posso fazer, quando eu tinha 3 anos, o meu filme favorito já era Jurassic Park.
 Agora, se você é um dos pais preocupados você vai dizer “QUE HORROR!” e nunca vai deixar seu filho chegar perto de Jurassic Park até ele ter 12 anos. Se você ficou impressionado com isso, meu amigo de infância assistia A Hora do Pesadelo desde os 4. Pois é. Por isso que a gente é assim.
Mas mesmo com a dita “violência” do filme, ele é incrivelmente ingênuo, inocente, um filme para a criançada mesmo, com uma lição de moral implícita e tudo. O que eu acho muito legal! Quando alguém tenta fazer alguma coisa assim hoje, o resultado é sempre algum produto tão idiota que até mesmo as crianças – principalmente as crianças de hoje – acham idiotas.
Gremlins é um ótimo filme de aventura, e assim como a maior parte dos ótimos filmes dos anos 80, todo o segredo está na simplicidade. Ele traz ótimos personagens, como o Billy, o Gizmo que é sensacional é mega fofo, além de ter uma música tema INESQUECÍVEL. Sério, assiste que ela fica na sua cabeça uma semana, mas grudenta que “moonriver” em Bonequinha de Luxo.
E pronto, acho que por hoje é só criançada, nos vemos em breve. Até mais.

3 comentários:

Gabriel Trindade disse...

Muito Legal véi!!!
Faz tempo que eu não vejo esse filme e quando eu vi a minha reação foi a melhor.
Muito tenso véi!!! Bixinhos do demônio!
Mas tipo e o exterminador do futuro 1 e 2 kara? Pô chocolate!

Vlws

Biah disse...

Eu lembro que assistia o filme e pensava, "que povo burro! Como eu queria ter um Gizmo, eu iria cuidar dele direitinho" =P Se bem que, do jeito que sou desastrada, iria fazer a 3ª Guerra Mundial criando Gremlins adoidados por aí, ahuahauhu
Adorei especialmente a referência a "Moonriver" no final! =D huhuhu é muito amor pra uma Audrey só.
=*

Anônimo disse...

oi meu nome é Emily e isso não é nada assisto filme de zumbi o grito e etc dês dos meu 4 aninhos magina o trauma mas eu amo tentei assistir esse filme não deu pq não tem em lugar nenhum nem na internet não da emfim que droga mas gostei de saber que é legal e vou procurar mais!